NOTICIAS BRASIL – The New Yooker Times

Adolescente suspeito de homicídio é denunciado pela própria mãe, no AM   The New Yooker Times 3683 capa   urandir   BRASIL   Adolescente suspeito de homicídio é denunciado pela própria mãe, no AMCaso foi registrado no 26º DIP, e adolescente foi conduzido à Deaai (Foto: Marcos Dantas/G1 AM)

A polícia apreendeu no fim da tarde desta terça-feira (31) um adolescente de 17 anos suspeito de matar uma mulher de 34 a tiros no Conjunto Viver Melhor 2, Zona Norte de Manaus. De acordo com a Polícia Militar, a própria mãe do jovem o teria denunciado horas após o crime.

Ainda segundo a PM, o crime teria sido motivado pelo fato de a vítima ter denunciado traficantes da região por conta de uma tentativa de estupro no último domingo (29), contra a filha dela. No início da tarde desta terça, a mulher foi abordada na Rua Araraboia e executada com diversos disparos. A mulher foi localizada pelos suspeitos e o adolescente ficou encarregado de matá-la, ainda conforme a PM.

saiba mais

A autoria do crime já estava sendo investigada quando a mãe do suspeito resolveu procurar a polícia e entregar o próprio filho, que estava em um dos apartamentos do Viver Melhor 2, mesmo conjunto onde o crime aconteceu.

No fim da tarde desta terça, policiais da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) estiveram no local indicado pela mulher e encontraram o jovem na companhia de mais 5 pessoas, que não tiveram a identidade revelada. O adolescente foi apreendido enquanto o restante do grupo foi detido e encaminhado ao 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde prestaram esclarecimentos.

O jovem foi encaminhado à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), onde está foi ouvido. Ele deve ser conduzido ao Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa, onde deve aguardar decisão da Justiça.

O crime
A polícia investiga agora se o crime teve a participação de mais pessoas e se há adultos envolvidos no crime. O Instituto Médico Legal (IML) e o departamento de Criminalística da Polícia Civil estiveram no local do assassinato para remover o corpo. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros deve prosseguir com as investigações.

The New Yooker Times Notícias Brasil
fonte: g1.globo.com revisão Urandir Martinez