The New Yooker Times Educação by G1
Unicamp 2019: segunda fase do vestibular termina com maior índice de abstenção em três anos   The New Yooker Times 1482 vestibular interna 1 20190113   urandir   EDUCACAO   Unicamp 2019: segunda fase do vestibular termina com maior índice de abstenção em três anos
Segundo comissão organizadora, 2,7 mil dos 18,9 mil classificados deixaram de fazer as provas desta terça-feira (15). Universidade aplicou questões de biologia, física e química. Estudantes durante a 2ª fase da Unicamp, em Campinas
Antoninho Perri / Unicamp
O terceiro e último dia de provas da segunda fase do vestibular 2019 da Unicamp terminou com abstenção de 14,3%, na tarde desta terça-feira (15), segundo a comissão organizadora do processo seletivo (Comvest). Ao todo, 2,7 mil dos 18,9 mil classificados para esta etapa deixaram de fazer as avaliações de biologia, física e química. O índice é o maior em três anos – veja abaixo o gráfico.
Nos dias anteriores de processo seletivo, os índices foram de 12,7% e 13,6%. As avaliações foram aplicadas pela universidade estadual em 16 cidades de São Paulo e mais cinco capitais.
A Comvest destacou que os índices estão dentro das expectativas e frisou que a estatística mais relevante foi ter alcançado recorde de participantes na segunda fase do vestibular.
“Devemos considerar que a oscilação da abstenção se deu num contexto de maior número de candidatos realizando a prova e um menor número de vagas em disputa no vestibular, o que é positivo para a Unicamp do ponto de vista da seleção”, avaliou, em nota, o coordenador executivo da comissão, José Alves de Freitas Neto.
Os maiores percentuais de ausentes, de 37,3% e 25,7%, permaneceram respectivamente em Fortaleza (CE) e Curitiba (PR). Para a universidade, os valores foram influenciados no primeiro caso porque a Universidade Estadual do Ceará (UECE) também aplicou provas nesta semana; e a Universidade Federal do Paraná (UFPR) já divulgou a lista de aprovados no vestibular.
Salvador (BA) e Curitiba (PR) foram incluídas na lista da Unicamp neste ano, e as outras capitais que receberam as avaliações foram São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF) e Fortaleza (CE).
“Temos que considerar que a Unicamp é a única universidade paulista que aplica provas em cinco capitais do país, onde sabemos que há dinâmicas locais”, destacou Freitas Neto.
Números da 2ª fase do vestibular 2019 da Unicamp
No domingo, a prova de redação abordou como temas a “doutrinação ideológica na sala de aula” e a relação entre Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e o comportamento do Produto Interno Bruto (PIB). Os estudantes destacaram que as questões exigiram atenção com enunciados.
Já na segunda-feira, de acordo com a comissão, os enunciados das questões de matemática, geografia e história não geraram aos candidatos dificuldades na leitura ou interpretação.
Calendário
Provas de habilidades específicas: 21 a 25 de janeiro
Divulgação da 1ª chamada: 11 de fevereiro
Matrícula não-presencial: 12 de fevereiro
Divulgação das notas da 2ª fase e classificação: 14 de fevereiro
Gabarito
As respostas esperadas pela Unicamp serão divulgadas a partir de quarta. Neste dia, a Comvest irá disponibilizar o gabarito das avaliações de língua portuguesa e literaturas de língua portuguesa; enquanto que nos dois dias posteriores serão publicadas respectivamente as explicações para questões de matemática, geografia e história; e na sequência as de química, biologia e física.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

revisado e postado por Urandir Martinez
fonte: g1.globo.com