Notícias Internacionais – The New Yooker Times


Choque entre aviões no Alasca ocorreu a cerca de mil metros de altitude, dizem investigadores   The New Yooker Times b04f 1000w q95   urandir   MUNDO   Choque entre aviões no Alasca ocorreu a cerca de mil metros de altitude, dizem investigadores
Seis pessoas morreram no acidente ocorrido na segunda-feira nos fiordes do Alasca. Entre as vítimas, estava o piloto de um dos hidroaviões. Aviões colidiram no Alasca e há pelo menos 4 mortos
Guarda Costeira dos EUA/Reprodução/Twitter
O choque entre dois hidroaviões no Alasca ocorreu a 1.006 metros de altitude, informaram as autoridades de aviação dos Estados Unidos nesta quarta-feira (15). Seis pessoas morreram, e outras 10 ficaram feridas.
Entretanto, os investigadores ainda não sabem o que levou as duas aeronaves a se chocarem na segunda-feira. De acordo com um porta-voz da NTSB – autoridade norte-americana responsável pela segurança aérea –, o relatório final pode levar meses até ficar pronto.
Socorrista resgata passageiro ferido em acidente com hidroaviões no Alasca, nesta segunda-feira (12)
Dustin Safranek/Ketchikan Daily News via AP
Ambos os hidroaviões levavam turistas de um cruzeiro pelos fiordes do Alasca. Dez passageiros e um piloto estavam a bordo de um Havilland Otter DHC-3, operado pela Taquan Air. Quatro passageiros e um piloto estavam a bordo de um segundo hidroavião, um De Havilland DHC-2, operado pela Mountain Air Service de Ketchikan. Todas as vítimas estavam nessa segunda aeronave.
Os seis mortos tinham entre 37 e 62 anos e vinham da Austrália, Canadá e Estados Unidos. Dos 10 feridos, três foram liberados ainda na terça-feira, disse a agência Associated Press. Todos os sobreviventes estão fora de perigo.
Últimos corpos encontrados
Guarda Costeira americana diz que seguirá com buscas até esgotar ‘todas as possbilidades’ de encontrar os desaparecidos no Alasca
Guarda Costeira dos EUA/Reprodução/Twitter
A busca na terça-feira pelos dois últimos passageiros desaparecidos envolveu um helicóptero da Guarda Costeira, uma flotilha de barcos e equipes do Serviço Florestal, do Serviço de Vida Selvagem e Aquática, do Corpo de Bombeiros de Ketchikan e de outras unidades de resgate, disse Schofield.
Coon Cove, local do acidente situado a cerca de 480 quilômetros de Juneau, capital do Alasca, fica perto de um alojamento de turistas que realiza excursões ao Monumento Nacional dos Fiordes Enevoados na vizinhança. A Taquan Air, sediada em Ketchikan, disse que seu grupo voltava de um passeio sobre os Fiordes Enevoados quando o acidente ocorreu.

The New Yooker Times – Notícias Internacionais
fonte: g1.globo.com revisão Urandir Martinez