Notícias Internacionais – The New Yooker Times


Cientistas decifram estrutura no novo coronavírus que pode ajudar na fabricação de vacinas   The New Yooker Times 0738 f1 large   urandir   MUNDO   Cientistas decifram estrutura no novo coronavírus que pode ajudar na fabricação de vacinas
Imagem do formato de uma proteína do vírus foi publicada na ‘Science’ nesta quarta (19). Esquema da estrutura do novo coronavírus divulgado nesta quarta (19).
Divulgação/Science
Pesquisadores nos Estados Unidos fizeram uma descoberta sobre a estrutura do novo coronavírus que pode ajudar no desenvolvimento de vacinas contra a Covid-19. As novidades foram publicadas nesta quarta (19) na revista científica “Science”, uma das mais importantes do mundo.
Os cientistas, da Universidade do Texas em Austin e dos Institutos Nacionais de Saúde (NIH), em Maryland, decifraram a estrutura de uma proteína que o novo coronavírus usa para entrar nas células do corpo, e publicaram uma ilustração dela.
A proteína mostrada pelos cientistas, do tipo S (e que também aparece em outros vírus, como o da Sars), é usada pelo vírus para reconhecer um hospedeiro (a célula) e se fundir a ele ao entrar. Por isso, explicam, ela representa um alvo importante para tratamentos.
Com a imagem, que foi feita em alta resolução usando uma técnica chamada de microscopia crio-eletrônica, pode ficar mais fácil desenvolver medidas para combater o vírus, segundo o estudo.
“Devido à função indispensável da proteína S, ela representa um alvo para a neutralização mediada por anticorpos, e a caracterização da estrutura forneceria informações em nível atômico para orientar o desenvolvimento de vacinas”, dizem os pesquisadores.
A Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, já matou mais de 2 mil pessoas e infectou 74 mil só na China, segundo o último levantamento da manhã de quarta-feira (19).
Mais contagioso que Sars
Comparação das estruturas do novo coronavírus (em colorido) e do vírus que causa a Sars (em preto e branco).
Divulgação/Science
Os cientistas também acharam evidências estruturais, físicas e biológicas de que o novo coronavírus se liga com mais facilidade a uma proteína humana do que o vírus que causa a síndrome respiratória aguda grave (Sars, na sigla em inglês). Por isso, apesar de semelhanças na estrutura dos dois, o novo coronavírus parece ser transmitido mais facilmente entre as pessoas do que o vírus que causa a Sars.
Initial plugin text

The New Yooker Times – Notícias Internacionais
fonte: g1.globo.com revisão Urandir Martinez