Notícias Internacionais – The New Yooker Times


Incidente foi nesta quinta-feira (13). Preço do barril do petróleo subiu na bolsa de Londres. Duas companhias relataram incidentes nesta quinta-feira (13) com dois navios petroleiros no golfo do Omã nesta quinta-feira (13), diz a Reuters. Uma das operadoras das embarcações afirmou suspeitar que o navio havia sido atingido por um torpedo; outra empresa de navegação informou que seu navio estava em chamas.
As tripulações foram retiradas dos navios e não há registro de mortos.
Por volta das 6h20, o preço do barril do petróleo tipo brent subia mais de 4% na bolsa de Londres, segundo a Bloomberg.
A empresa de navegação Bernhard Schulte afirmou, segundo a Reuters, que o navio “Kokuka Courageous” foi danificado em uma “suspeita de ataque” que atingiu o casco acima da linha da água, enquanto ia da Arábia Saudita para Cingapura. Segundo um negociador de embarcações ouvido pela Reuters, houve uma explosão que pode ter envolvido uma mina magnética no “Kokuka”.
“O navio está em segurança”, disse a empresa de navegação em comunicado. A companhia dona do navio é a japonesa Kokuka Sangyo. Segundo a Reuters, a rede de televisão japonesa NHK afirmou que a embarcação levava 25 mil toneladas de metanol.
A companhia estatal de petróleo de Taiwan disse suspeitar que o segundo navio, o “Front Altair”, de uma empresa norueguesa, “pudesse ter sido atingido por um torpedo.” O navio levava, segundo a Reuters, 75 mil toneladas de matéria-prima petroquímica ao país e vinha da cidade de Ruwais, nos Emirados Árabes.
A Frontline, empresa da Noruega que é dona do navio, afirmou que a embarcação pegou fogo no golfo do Omã.
Segundo a Reuters, não houve confirmação imediata do incidente por parte das autoridades do Omã ou dos Emirados Árabes Unidos, em cujas águas territoriais 4 petroleiros foram atingidos no mês passado.
A quinta frota naval americana afirmou que prestou assistência após o incidente. As Operações Marítimas Comerciais do Reino Unido, parte da Marinha Real, afirmaram que estão investigando o incidente.
A agência de notícias iraniana Irna afirmou que 44 tripulantes foram resgatados por equipes de busca do Irã e levadas ao porto de Jask, cidade que também é banhada pelo golfo do Omã. De acordo com a rede de televisão americana CBS, o “Kokuka Courageous” tinha 21 tripulantes e o “Front Altair”, 23.
O golfo do Omã fica na entrada do Estreito de Ormuz, um importante canal estratégico através do qual um quinto do consumo global de petróleo viaja vindo de produtores do Oriente Médio. As tensões na região já foram aumentadas por ataques no mês passado aos ativos petrolíferos do golfo, em meio a uma disputa entre o Irã e os Estados Unidos sobre o programa nuclear de Teerã.
O ministro do Comércio do Japão, Hiroshige Seko, disse nesta quinta (13) que os dois navios transportavam remessas “relacionadas” ao Japão, segundo a rede de televisão japonesa NHK.
Esta reportagem está em atualização.

The New Yooker Times – Notícias Internacionais
fonte: g1.globo.com revisão Urandir Martinez