Notícias Internacionais – The New Yooker Times


Complexo de empresas petrolíferas no Iraque é alvo de ataque com foguete   The New Yooker Times d8d3 2019 06 19t091306z 1600552193 rc1a3d6f0b50 rtrmadp 3 iraq energy rocket   urandir   MUNDO   Complexo de empresas petrolíferas no Iraque é alvo de ataque com foguete
Três ataques com foguetes foram feitos durante a semana no Iraque; empresa de petróleo tirou estrangeiros do país. Veículos passam na frente de uma barreira de segurança de um campo de petróleo no Iraque; um foguete atingiu o centro operacional e residencial de empresas na região
Essam Al-Sudani/Reuters
Um complexo de empresas petrolíferas estrangeiras localizadas no sul do Iraque foi alvo de um ataque nesta quarta-feira (19) com um foguete Katiusha.
Três pessoas ficaram feridas.
Uma fonte policial em Basra confirmou à agência Efe que um foguete de fabricação local do tipo Katiusha atingiu nesta manhã em um “complexo de companhias petrolíferas multinacionais, incluindo a Exxon Mobil.
A Exxon Mobil vai retirar do Iraque 21 estrangeiros que trabalham no local, de acordo com a agência Reuters.
O foguete atingiu um prédio usado como residência para os trabalhadores da empresa e causou ferimentos a dois funcionários iraquianos, que foram levados para o hospital, segundo a pessoa, que pediu anonimato.
Outros incidentes
Outro foguete do mesmo tipo havia sido lançado na terça (18) à noite perto do complexo de palácios presidenciais na cidade de Mossul, no norte do Iraque, onde as tropas dos EUA estão instaladas, conforme relatado pelo comando.
Testemunhas em Mossul relataram à Efe que o projétil foi lançado de um campo esportivo localizado na parte ocidental da cidade para esse complexo, localizado na parte leste, onde as tropas dos EUA estão localizadas.
Além disso, no dia anterior, o comando relatou a queda de três projéteis do tipo Katiusha em um quartel militar na área de Al Tayi, 30 quilômetros ao norte de Bagdá, onde as forças iraquianas e americanas são proeminentes.
No último dia 15, três mísseis atingiram a base aérea de Balad, localizada ao norte de Bagdá e onde também há soldados dos EUA.
As autoridades iraquianas não indicaram no momento quem poderia estar por trás desses ataques, que ocorreram em diferentes partes do país onde há a presença de tropas americanas.
A Shell, outra empresa petrolífera, informou à Reuters que suas operações no Iraque estão normais após o ataque.

The New Yooker Times – Notícias Internacionais
fonte: g1.globo.com revisão Urandir Martinez